quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

LIGADA NO MUNDO

As coisas são simples porque a vida é simples...



VIDA SIMPLES


Gosto da vida simples,
E hoje acordei com vontade
De lavar a alma numa cachoeira gelada,
Lavar meu cansaço
E depois deixar meu corpo secar ao sol
Ficar só ouvindo os passarinhos namorando.

Sei que muita gente nasce urbana, vive e morre assim.
Eu também nasci urbana,
Mas depois que fui para o interior
Senti o cheiro de chuva na terra seca.

Vi a semente germinar e se transformar em comida,
Ouvi moda de viola em noites com e sem Lua,
O dedilhar ágil nos cinco pares de cordas
Acordei antes do sol
E dormi sob as estrelas.

Senti o cheiro da lenha recém cortada,
Seu perfume de sândalo.
E seu cheiro sendo queimada
Para que seu calor cozinhasse a fome do homem.
E provei o gosto da comida feita à lenha.

Comecei a ver e amar a natureza,
Vi casais de araras tão fiéis pela vida afora,
Bando de maritacas e papagaios gritando pela vida,
Jacarés preguiçosos ao sol.

Estive onde esteve a onça,
Seu cheiro forte e seu ronco assustador,
E vi uma jaguatirica machucada sendo cuidada pelo homem,
E a solidão do tucano.

Aprendi a respeitar os seres
E a amar as folhas e o cinza do outono
O sol e o suor que o verão nos traz
As cores e o brilho da primavera
E o calor humano no inverno.

E viciei,
Como quem vicia em amor
Como quem vicia em vida,
Nos sons e sabores da vida
Assim como há anos, meu amor,
Viciei em você.

Lua Nua


NOTA DA LUA NUA: Acordei romântica hoje... e como não tenho perto a cachoeira que falei, vou lavar a alma na praia mesmo.

Ah!!! Hoje acordei ganhando um novo amigo, e tudo por "culpa" de um porquinho. Entrei no blog do PoPa e tinha esse carinho pra mim: Coisas da internet... Lua Nua. Puxa! Fiquei tão feliz! De verdade! Meu ego que era um eguinho virou um egão.

Puxa, eu já ia esquecendo de contar que ontem fiz algo realmente inusitado.

Já falei aqui que apesar de estar fazendo um curso de barco à vela eu tenho medo de mar. Entrar no mar à noite NEM PENSAR! Com todos aqueles monstros marinhos horrorosos que habitam o mar à noite? Pois é, ontem pela primeira vez na vida eu fiz isso. Perdi o medo que tinha. Fui com duas amigas novas que conheci por aqui. Para falar a verdade a culpa de eu ter entrado no mar foi da cerveja, mas quem se importa com isso? Entrei e pronto! Venci mais um medo. E isso é tão bom... ontem eu parecia uma menina de 15 e não uma mulher de 51.

Chega de prosa, a praia me espera bem ali na frente.

Fui

1 comentários, falta o seu:

Mariposo-L disse...

Uaauuuuuuuuuuuu, curso de barco a vela, gostei ....gostei ....
Achei a música e adorei :))))

bjos

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...