quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

NATAL DESCOMBINADO

E por que descombinado?

Porque Natal deveria ser uma época de questionamentos tipo: "onde estou X onde quero estar?" ou "quem sou X quem quero ser". Uma época de questionamentos, de preparação para o ano que está para chegar. Mas sei lá porque, as pessoas começam a pensar nos Natais da infância, nos pais que eram vivos e vão afundando na deprê.

Tá bom! Concordo que é uma época melancólica, quando as pessoas lembram de quem não tem nem o que comer, quanto mais comprarem presentes, fazerem ceias e tals. E procuram doar coisas, ajudar de alguma forma.

Mas não seria melhor se pensássemos nesses pontos o ano todo?

Ajudássemos o ano todo?

Fôssemos realmente humanos o tempo todo?

Pois é...

7 comentários, falta o seu:

O Warehouser disse...

Se seria! Natal pra mim nunca foi uma época especial, diferente. Eu sempre o enxerguei como um grande feriado, com proporções mundiais e muita movimentação. Muita compra, muita venda, um reboliço no comércio.

Nunca compreendi muito bem o "espírito natalino", se é algo católico ou outra coisa. Enfim, não sei qual é realmente a parada do natal, talvez por falta de atenção ou interesse, talvez porque nunca me ensinaram.
Vou aguardar os comentários daqui, quem sabe eu não aprenda, vendo como é pra cada um.

Lua, aquele beijão! Até mais.

Lua Nua disse...

Pra mim entre as pessoas existe esse espírito natalino sim.

Talvez porque mais um ano se vai e o novo sempre traz um pouco de reflexão.

Talvez pela igreja católica dizer que é o aniversário de Cristo e ele ser um símbolo de fé, de humanidade.

Algumas pessoas conseguem interagir espiritualmente com outras e criam uma rede de pensamento mais harmônico, mas humano.

Se esse espirito natalino perdurasse o ano todo, quem sabe o ser (des)humano se matasse menos, né? Beijão!

William Garibaldi disse...

Arrasou Lua Nua!
Bela mensagem, provocadora e inteligente como sempre!
Agora este negócio de só responder aos comentários do Warehauser vai dar confusão de ciúmes e primeira página de revista de fofoca!
Ai ai ai!
que ciumeira que me deu!

kkkk

Beijos Amiga!

Anônimo disse...

Num certo sentido aceito que se "tente" mudar e tornar realidades em sonhos. Mas, nada mais é o escrito de um longo caminho num futuro a se transformar em seres e naturezas palpáveis, pois até que os "maus" sejam defenestrados, muitos esforços, vidas e utopias serão relegados. Existem momentos que são só momentos e segundos que se eternizam. Ir e voltar, voltar e ir... e ainda aprenderemos, sonharemos e almejaremos o futuro pra já. Por enquanto, basta-nos sorrir, orar, educar, mudar para melhor e amparar. O resto, tá lá, naquele Livrão! E sem fugir a pieguice mundial, FELIZ NATAL a todos, bons e maus! Ivo

Wladimir disse...

Lua

Eu passo longe de qualquer coisa religiosa. Pratico o ato da doação, sob vários aspectos o ano todo, todos os anos. Vivo me metendo em confusão por querer ajudar a muitos mesmo tendo pouco.

Pra mim não tem essa história de dia especial e não gosto que "lembrem" de mim nessa época. É fácil demais, é chavão demais. Se neguinho é meu amigo pode lembrar de mim, vamos dizer, no dia 6 de junho e me dar um presente, oras! E pode dizer que me ama! E o que tem de especial nesse dia? Bom, lembrar de um amigo, quer coisa mais especial?

Beijo do Wladi

Myriam disse...

Com plena certeza e concordando com o que vc propõe, enfatizo ainda que muitos ainda querem a "reconciliação" nessa época, mas eu pratico toda essa gama de reavaliações durante o ano. bjs

William Garibaldi disse...

oi amiga Lua Nua!

Voltei pra lhe desejar um Feliz Natal e Feliz 2011!
E que nossa amizade e contato floresçam cada vez mais neste próximo ano!

Um beijo de luz-poesia!
( Espero que consigamos nos ver aqui no Rio.. comprei um cel denovo risosss vou te mandar o numero por email! Bejuuuuuussssssss)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...