sexta-feira, 10 de agosto de 2007

É MUITA GRANA!

Acredito que nós, a maioria dos "mortais" nunca veremos ou teremos tanta grana assim, mesmo que a gente trabalhe a vida toda ou algumas vidas.

Dá pra se ter uma idéia de por que o tráfico não acaba e nem nunca vai acabar. O submunto tem artérias onde corre muito dinheiro, mas MUITO mesmo!

Enquanto prendermos apenas o cara que cheira, que fuma ou o "aviãozinho" que entrega a droga estaremos mantendo o curso das artérias.

E aqui ficam algumas dúvidas:
1. Se o cara consegue fazer rodar pelo mundo até chegar nos EUA mil toneladas de pó ele não está sem respaldo, ou seja, tem que ter muita gente grande por trás dele;
2. Quem são essas pessoas?
3. Quem cheirou as mil toneladas de pó?
4. Os mesmo que ajudaram essa droga a percorrer os vários caminhos? Ou o povo em geral?
5. Será que se legalizassem as drogas a violência urbana não diminuiria?

Uma vez vi alguém falar que as drogas não podem ser legalizadas pois o Estado teria que assumir os custos médicos. Será? Não existe leis que regulamentem isso? Eu acredito que nem boa vontada para criá-las.

Não acredito que proibir seja o melhor caminho, afinal, todos sabemos que o proibido é o desejado.

Deixe o povo morrer com o nariz enterrado no pó.

Que fumem até os dedos.

Mas eu gostaria que a gente parasse de ser humilhado com essa montanha de dinheiro. Dinheiro que um trabalhador honesto nunca vai poder ter.



POLÍCIA FEDERAL PRENDE UM DOS MAIORES TRAFICANTES DO MUNDO EM SÃO PAULO
Publicada em 07/08/2007 às 18h24m
Reuters/Brasil Online
Por Guilherme Vieira e Carolina Schwartz; reportagem adicional de Raymond Colitt, em Brasília, e Luis Jaime Acosta, em Bogotá



SÃO PAULO (Reuters) - Um dos maiores traficantes de drogas do mundo, o colombiano Juan Carlos Ramírez-Abadía, foi preso na manhã desta terça-feira em um condomínio fechado em Aldeia da Serra, município de Barueri na Grande São Paulo.

"Esse criminoso hoje equivale ao substituto do Pablo Escobar no tráfico internacional de drogas", disse o superintendente da PF em São Paulo, Jaber Saad. [...]

[...] Abadía é acusado de 15 homicídios nos Estados Unidos, incluindo o de policiais. Na Colômbia, ele é apontado como mandante de mais de 300 assassinatos.

Além disso, segundo dados das polícias brasileira e norte-americana, o traficante tinha um esquema próprio de distribuição de entorpecentes, pelo qual enviou mais de 1.000 toneladas de cocaína para os Estados Unidos nos últimos dez anos. [...]

[...] Na mansão em que Abadía foi preso, em Aldeia da Serra, a PF também apreendeu dinheiro vivo que ainda não foi contado pelos policiais. Até o momento, 544 mil dólares, 150 mil euros e 55 mil reais já foram contabilizados. [...]

[...] O Departamento de Estado norte-americano estima que a fortuna de Abadía possa chegar a 1,8 bilhão de dólares, mas o criminoso poderia estar endividado com diversos traficantes. [...]

[...] Segundo a polícia, Abadía, que tem 44 anos e passou por três cirurgias plásticas nos últimos dois anos, é sócio de Diego León Montoya Sánchez, que está em quarto lugar na lista dos mais procurados do FBI.

1 comentários, falta o seu:

Cris disse...

Nossa...bem isso aí. É a palavra exata, humilhação.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...