terça-feira, 28 de agosto de 2007

MIOJO À LUZ DE VELAS

Li no blog do Mariposo-L que ele e Mariposo-R deram uma relaxada em Parati no último fim de semana e quando voltaram o Mariposo-L escreveu no blog:


[...] "o ponto forte destes dias foi fazer com o Mariposo-R e vice versa, coisas legais de um relacionamento que com a rotina, correria do dia a dia vão ficando esquecidas e isso é muito bom, dá a sensação que tudo está começando novamente."

E este é o ponto alto do texto que vem abaixo. Não deixar a vida do casal cair na rotina a tal ponto que um dia se olhem e se perguntem: "quem é este ou esta estranha na minha cama?"

Acredito que podemos reverter a monotonia da relação com muito carinho diário e uma boa dose de criatividade...


MIOJO À LUZ DE VELAS


Tipo: Pasta vegetariana
Serviço: Para 2

Descrição:
A receita é mais para casados, mas pode ser usada em namoros longos, pois depois de alguns anos as relações, assim como quadros que pegam sol, vão perdendo um pouco sua cor, seu brilho.

Sempre que escuto mulheres falando: "meu casamento está uma merda" me pego pensando: e o que ela faz para melhorar isso? Será que ela já pensou em andar despretensiosamente depois de um banho noturno com uma camisola comprida, ou um baby doll curtinho e cheirosa, fingindo que não é de propósito?

Quando escuto os homens falando que o futebol dá mais prazer do que sua mulher na cama, me vem à cabeça quando foi a última vez que ele roubou uma flor no jardim do vizinho, preparou um jantar para ela, ou mesmo uma coisa tão boba que é colocar comida na sua boca de pura brincadeira?

Por isso, antes que alguém fale que jantar a luz de velas é chique e caro, inventei um extremamente barato. Que tal você aí que está me lendo agora dar uma passadinha no mercado depois do trabalho e comprar umas 3 ou 4 coisinhas além de 2 pacotes de miojo? A salada da foto é opcional.

Ingredientes:
2 pacotes de miojo de qualquer sabor;
2 copos de leite;
1 colher de manteiga;
1 colher de farinha de trigo (eu uso integral);
1 copo pequeno de champignon (pode ser o que já vem fatiado);
3 queijos da sua preferência;
1 pacotinho de queijo parmesão ralado;
1 garrafa de vinho (branco ou tinto, a escolha do freguês);
Velas (adoro às que tem cheiro).

Dicas:
A primeira coisa que você deve fazer é ocupar o parceiro, ou parceira (depende de quem vai encarar o fogão). É bom avisar que vai tomar um banho rapidinho e fazer algo simples para jantarem e ele (ou ela) vai esperar aquela gororoba de sempre.

Dá uma caprichada no banho e na roupa. Voe para a cozinha, arrume a mesa bem bonita e comece pelo molho branco que não vou ensinar, pois faz parte do básico da cozinha. Leite, farinha e a manteiga, mas não esqueça de colocar o sal, senão vira comida de doente. Quando o molho estiver pronto jogue o champignon e faça o miojo al dente (pelo amor de Deus não deixe mole, macarrão mole é de matar). Coloque o miojo numa belíssima travessa, regue com o molho branco, coloquei os queijos cortados em quadradinhos, misture e salpiquei o parmesão. Abra o vinho, acenda as velas e fale com a voz mais normal do mundo.

- Amooor, fiz um miojinho pra gente, vem!

Depois da cara de surpresa dele, ou dela, peça a sobremesa da sua preferência. Aceita sugestões?

4 comentários, falta o seu:

Passadas na Areia disse...

Que receita maravilhosa! Tudo de bom, amiga. Adoro essas comidinhas gostosas q dispensam trabalho arduo! rsrsss ... Bjs

Lua Nua disse...

Passadas na areia,

Estou justamente escrevendo um livro com essas receitinhas rápidas e algumas dicas. Vamos ver se este vai pro prelo, pq os outros 4 ainda estão aqui no meu micro.

Beijos

Mariposo-L disse...

Amiga, vc é 10 ... 100 .... 1000 mariposo-R, leu esse post e advinhe o que comi a noite .... Miojo a luz de velas e ele como sobremesa ..kkkk

Mas falando serio, e a correria do dia a dia que faz agente "esquecer" das pequenas coisas que deixam agente feliz, e isso se aplica a nossa vida pessoal e no relacionamento. Só que a vida o tempo passa e não damos conta disso.... E quando caimos na real somos estranhos a nós mesmo e estranhamos tudo a nossa volta até o grande amor que conhecemos no passado ...

Um beijão valeu !

Lua Nua disse...

Pois é querido Mariposo-L...

Eu nem quis falar qual era a sobremesa que ia rolar, mas do alto desses anos que carrego no meu corpo com maior orgulho, eu já sabia!

E sabe pq eu já sabia?

Porque todos nós morremos de paixão por um pequeno ato de amor, mas... e quem não morre?

Pode ser um ato de amor do tamanho de um pacote de miojo, mas te garanto que a "comida" fica com outro sabor e é maravilhosa!!!!!!!!

Beijos nos 2 e em off (parabéns por inovarem depois de 8 anos bem vividos)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...