sábado, 16 de fevereiro de 2008

Amazônia para sempre



Amazônia para sempre

O manifesto intitulado Amazônia Para Sempre, de autoria de Cristiane Torloni e Victor Fasano, com texto de Juca de Oliveira, serve impulso para ecoar no Congresso Nacional a necessidade de melhor debater os rumos desta imensa riqueza natural.

Agregando o maior banco genético do planeta, detendo 1/5 da água doce disponível, tendo 1/3 de florestas tropicais do mundo e incalculáveis riquezas no subsolo, a Amazônia necessita de avançar nas políticas públicas que garantam um desenvolvimento sustentável digno, que atenda as necessidades de cada Estado, Município e localidade.

NOTA DA LUA NUA: Eu assinei - Amazonia para sempre

5 comentários, falta o seu:

Craudinha Egg disse...

eu assinei ontem.....

Pobre Pampa disse...

Lua, claro que eu quero que a se pare a indiscriminada destruição da Amazônia. Mas fico sempre um pouco cismado com textos e abaixo assinados que partam de pessoas que não tenham a necessária base técnica para isto. Este tipo de ação pode dar ainda mais munição para os destruidores. Prefiro as ações com forte base técnica e que permitam, sim, a exploração racional da floresta. Isto não só é possível, como é recomendável nos dias atuais. Somente com o uso racional, vamos poder preservar. É como a caça era no RS. Sou francamente contrário à caça de animais selvagens, mas aqui no RS, a caça era permitida e a fiscalização forte, feita com recursos dos próprios caçadores, através das licenças vendidas, fazendo com que fosse muito controlada. No Pantanal e em outros lugares, é proibida, e se caça indiscriminadamente, pois a fiscalização é pobre...
Aqui no Sul, é pribido o corte de araucárias. Parece bom, mas isso faz com que nenhum proprietário rural deixe crescer uma única árvore em suas propriedades. É correto isso? Não seria melhor fazer com que houvesse plantio e manejo das florestas?
Desculpa a intromissão e o excesso de palavras!!!

Lua Nua disse...

PoPa querido,

Não vi aqui nenhum excesso de palavras.

E opinião nunca é intromissão!

Afinal de contas sou daquelas que você pode ter idéias totalmente diferentes das minhas e mesmo assim tem o direito de externá-las. Se bem que nossas idéias não diferem muito não.

Vivo falando que o Brasil não é muito bom em fazer leis, já que costuma fazê-las no calor das emoções - vide: ECA, ou a lei que fala que matar bicho silvestre é crime inafiançável. Já morei em Rondônia e MS e sei que o caboclinho do mato muitas vezes só tem a caça para alimentar sua família. Mas tão deficiente quanto à “des-escolarização” e “des-saúde” é a falta e despreparo dos fiscais e acredito que isso é um imenso problema. Para que tantas leis se não fiscalizamos?

Só discordo de você em um ponto: não sei se o grupo da Globo tem uma base técnica forte para fazer um trabalho tão importante, mas sei que o mínimo que estão fazendo é chamar a atenção para um problema muito importante que é a preservação, muito mais da fauna do que da flora da Amazônia (a flora se deixada em paz se recompõe, já uma espécie extinta não se recompõe nunca mais).

Para se conscientizar, alguém tem que começar a fazer barulho e eles começaram. Até porque, para um ser humano não ganancioso ao extremo, é muito difícil conhecer a Amazônia e não se apaixonar.

Beijos

PoPa disse...

Tens razão quanto ao chamar a atenção, mas lembre-se que as reações de nossos políticos nem sempre são as adequadas! Citastes o ECA... pretendendo ser uma lei protetora, acabou sendo uma lei que incentiva a criminalidade e a impunidade. Nossa própria constituição é um caso paralelo. Depois de tanto tempo sob ditadura, quisemos fazer algo extremamente liberal e fizemos um monstrengo!

Lua Nua disse...

PoPa, as reações de nossos políticos NUNCA são as adequadas!

:^))

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...