terça-feira, 18 de outubro de 2011

DIA DO MÉDICO

Dr. João Paulino fazendo o parto da filha. Um médico muito humano.




SER MÉDICO



Ser médico é a condição física de estar sendo superior no instante em que cuida do paciente, quer na consulta terapêutica, na consulta curativa ou nos procedimentos cirúrgicos. Está nas suas mãos amenizar o sofrimento, atenuar as dores ou mesmo promover a cura dos males da carne e da mente das criaturas de Deus. Os médicos existem porque nem só de fé vivem os homens mas também de cuidados físicos para suas imperfeições materiais.

Ser médico é a condição espiritual de promover alívio e alento ao espírito no instante que trata a carne. É restaurar a sanidade e a esperança por meios medicamentosos e clínicos para que o irmão acometido sinta-se reconfortado e confiante na sua jornada. No momento em que cuida de seu paciente, suas mãos estão sendo conduzidas por entidades superiores e inteligentes que dele se utiliza como instrumento de cura e de conforto.

Ser médico é um dom nato que poucos trazem consigo desde a concepção. É como uma missão a qual não podem negar-se a cumprir. Por suas mãos passam criaturas portadoras de doenças adquiridas ou congênitas que necessitam de cuidados na vida física, senão para a cura mas pelo menos para controle que possibilite sua caminhada terrena.[...]
(Continua aqui)

Belas palavras!

Sim, ser médico é um sacerdócio e para alguns é apenas isso; como se ele e a família não precisassem comer, se vestir, morar, etc. Por ser mulher de um deles eu já ouvi muito que médico não deveria cobrar. Também acho! Desde que não devesse pagar também. Mas não é sobre isso que quero falar e sim que existem "médicos" e "médicos".

Hum... e qual a diferença entre esses dois com grafias tão iguais? A HUMANIDADE! Sim, alguns médicos se esquecem de que aquele "cliente" é um paciente que tem dúvidas e dores. Que é um ser humano fragilizado, inseguro e com muito medo de estar ali. Que em alguns casos vai passar um período de vida tendo seu corpo medido, espetado, tocado, apertado e invadido. E nosso corpo é algo que precisa ser respeitado. Nós, pacientes, queremos ser respeitados!

Se o médico sentou 6 anos num banco de faculdade e mais alguns anos de residência médica, pós, mestrado ou tals e sabe aquilo tudo, nós não sabemos! Sabemos apenas que estamos com dor, com uma coceira, com alguma mancha, alguns descontroles da idade, ou apenas estamos com dúvidas e queremos explicações que amansem nossos medos.

Ser médico humano é o que todos deveriam ser, inclusive os desumanos. Se você não nasceu para ouvir lamentos no seu horário de trabalho NÃO SEJA MÉDICO.

PARABÉNS AOS BONS MÉDICOS PELO DIA DE VOCÊS!!!

1 comentários, falta o seu:

Enfermagem Favip disse...

Linda foto, de onde é esse médico?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...