sexta-feira, 20 de julho de 2007

BRASIL - meu Brasil brasileiro

MARTA SOBRE A CRISE AÉREA: "RELAXA E GOZA"
Comentário foi feito no lançamento do Plano Nacional do Turismo.
Governo pretende investir R$ 984 milhões na promoção interna e externa do Brasil.


A ministra do Turismo, Marta Suplicy, sugeriu aos passageiros enfrentar as dificuldades nos aeroportos do país com um velho ditado: "relaxa e goza".

O comentário foi feito nesta quarta-feira (13) após o lançamento do Plano Nacional do Turismo, que prevê investimentos de cerca de R$ 984 milhões na promoção interna e externa do Brasil até 2010.

Ao ser perguntada sobre o que dizer aos turistas diante dos recentes problemas nos aeroportos, a ministra, que é sexóloga, afirmou: "Relaxa e goza porque você vai esquecer dos transtornos".

A ministra do Turismo disse que uma das medidas para reduzir os atrasos nos aeroportos é investimento em novas aeronaves pelas companhias aéreas. “Mas esse não é um problema só do Brasil, é um problema mundial”, minimizou Marta Suplicy.


MARTA PEDE DESCULPAS POR "RELAXA E GOZA"
Ministra do Turismo afirma que queria dizer que "viajar vale a pena".
'Não tive por intenção desdenhar', disse a ministra em nota.


A ministra do Turismo, Marta Suplicy, pediu desculpas por ter aconselhado o turista brasileiro a "relaxar e gozar" diante da crise nos aeroportos do país. A declaração foi dada na manhã desta quarta-feira (13) após o lançamento do Plano Nacional do Turismo, em Brasília.

No início desta tarde, a ministra divulgou uma nota em que afirma não ter tido a intenção de desdenhar do turista. Marta Suplicy afirma que sua intenção foi dizer à população que "viajar vale a pena".

ASSESSOR DE LULA FAZ GESTO SURPREENDENTE APÓS REPORTAGEM
Marco Aurélio Garcia via notícia no "Jornal Nacional" sobre defeito no avião da TAM.
Assessor negou que estivesse comemorando o conteúdo da reportagem. Senador critica.


O assessor especial da Presidência da República para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, assistiu no Palácio do Planalto à reportagem do "Jornal Nacional" que levantou a possibilidade de problemas mecânicos no avião da TAM que se acidentou em São Paulo.

Ao final da reportagem, Marco Aurélio, que estava acompanhado do assessor de imprensa Bruno Gaspar, reagiu ao conteúdo da reportagem com o gesto de bater uma mão fechada sobre a outra aberta.

O "Jornal da Globo" conversou com Marco Aurélio Garcia. Ele disse que não teria essa reação em público. E negou que estivesse comemorando o conteúdo da reportagem.


A EXPLICAÇÃO DO "ASPONE" (Assessor Especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais)

"Essas imagens que foram tomadas à revelia, de forma clandestina, refletem concretamente a minha indignação frente a uma determinada versão que se quis passar para a opinião pública", [versão] que creditava ao governo a responsabilidade de um acontecimento dramático. "Eu digo que é indignação porque não se trata simplesmente de jogar a responsabilidade nas costas do governo. Trata-se de explorar uma tragédia na qual morreram 200 brasileiros, pelo menos. Então, isso é um sentimento de indignação, é uma reação privada que qualquer pessoa de bom senso teria neste momento", disse Garcia.

A reação do assessor do presidente Lula, dois dias depois da tragédia, recebeu críticas. “Foi uma das cenas mais dantescas, mais cruéis que eu já vi. A nação inteira chorando e o Palácio festejando, querendo dizer que a culpa não é do governo. Claro que a culpa é do governo. Essa série de absurdos que está acontecendo é culpa do governo. Mesmo que não fosse, comemorar é uma bofetada no povo brasileiro”, afirmou o senador Pedro Simon (PMDB-RS).

NOTA DA LUA NUA: Não sei se isso acontece porque temos um presidente da república (escrito com letras minúsculas propositalmente) semi-analfabeto ou não. O que sei é que “a camarilha do rei” é de péssimo nível. Não por não terem estudado, pelo contrário, em termos de cultura educacional eles não devem nada a ninguém, mas... Bom, o “mas” deixo para cada leitor completar a sua maneira.

Não estou com isso querendo ser puritana, não é este o caso! Para quem me lê sempre, sabe que quando emito minha opinião eventualmente uso palavrões, tanto na vida, quanto no blog. Mas acredito que a posição de destaque não permite essas expressões chulas nas bocas e nos gestos de representantes do governo.

Mas que governo?

Pela definição de governo descrita no quadro abaixo, acredito que nos falte muito para que isso que estamos vivendo no BRASIL seja realmente um Governo*.



*DEFINIÇÃO - governo

de governar

s. m.,
ação de governar, de dirigir, reger ou conduzir; administração,
gestão superior

Polít.
poder executivo ou o conjunto de indivíduos que administram superiormente um Estado;
ministério;
regime, sistema ou modo por que se rege um Estado;
território da jurisdição de um governador;
período de tempo em que alguém governou;
reinado;
regência;
diretriz, norma, regra;
poder, mando, comando;
domínio, senhorio, superioridade;

2 comentários, falta o seu:

Ivo das Candongas disse...

Feliz o que é visitado, transformando escritos dos silêncios e lágrimas, a "mutante transformer", dolorida pela covadia, incúria e incapacidade de "administradores(?), que sente na alma a dor dessas mortes a nos rondar, e blogueia dizendo que não há bocas caladas, lamenta tantos frios corações que crêem nesse real. E você nada espera, se não, um muito obrigado "AMIGA"!

Lua Nua disse...

Ivinho meu querido!!!
E preciso mais do que um "muito obrigado" seu para ser feliz?

Beijos grandes com amor e admiração

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...