quinta-feira, 29 de março de 2012

BORBOLETAS

Tudo depende de como vemos as coisas e não de como elas são.
Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro do seu coração.
Quem olha para fora, sonha.
Quem olha para dentro, acorda.
Aquilo a que você resiste, persiste.

(Carl Jung)




NOTA DA LUA NUA: Lavar a alma das tristezas que você optou por passar nessa existência e passá-las com mais coragem, sem jogar a culpa no mais próximo, é de grande valia para o aprimoramento do espírito.

É o que Jung fala nesse texto: "o que resistimos, persiste", sendo assim, o que transmutamos, se vai, deixando em seu rastro um pouco mais de maturidade.

Engraçado como algumas pessoas se agarram às coisas velhas. Velhas roupas, velhos amores, velhas dores... Abrir o armário ou a alma e deixá-las sair, como borboletas, traz uma sensação de liberdade e plenitude.

Tente deixar voar sua borboleta pessoal, que ela leve seus medos, dissabores, amores que não deram certo, amizades erradas, todo o tipo de doença da alma e uma imensa vontade de viver o novo renascerá.

2 comentários, falta o seu:

marcela disse...

Que DEUS te abençoe por esse post maravilhoso, que tanta paz trouxe para mim.
bjos

Mery disse...

Também peço muitas bençãos pra ti*; és muito especial, te li com muita atenção. Aprendo com o que escreves, é verdade.
Beijão da Mery*

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...